tags

2010

acetato

aerosoles

alive

alves/gonçalves

ana salazar

anabela baldaque

andreia filipa oliveira

andreia lobato

armindo teixeira

atelier do sapato

bárbara silva

brand^up

ca joias

calendário de desfiles

carlos gil

casting

celsus

celtic jeans

chocolate negro

cohibas

colecções

colectivo calçado

colectivo indústria

colectivos

comunidade

concreto

coxx

coxx borba

cristina miguel

de gier

dielmar

diogo miranda

dkode

domingo

eject

eject shoes

elizabeth teixeira

eugenio campos

fashion week2

fátima lopes

fatima lopes

fátima lopes homem

felipe oliveira baptista

felmini

fernando lopes

figuras públicas

filipe trindade

fly london

gaia

goldmud

hermar

id values

jordann santos

josé reis design

jotex

jovens criadores

julio torcato

júlio torcato

katty xiomara

leuna

lion of porches

louis de gama

luís buchinho

luís onofre

luis onofre

marco mesquita

marco sousa santos

miguel vieira

nobrand

odete barreiro

orfama

orfama antónio cunha

orfama by antónio cunha

outono/inverno 2010/2011

passatempo

paula borges

paula borges by lúcia borges

pedro pinto

pedro waterland

portugal fashion

press release

programa

red oak

rita bonaparte

sábado

segunda-feira

sexta-feira

silvia rebatto

sofia de almeida

sonia pratas

stiletto

story tailors

storytailors

storytailors narkë

tany calapez

tenente jeans

verão 2008

x & y couture

yes

todas as tags

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007
Rita Bonaparte
Porque o nosso imaginário cria uma ideia do futuro tão negativa? .

Vamos adormecer no embalo de uma história de criança e esperar acordar num amanha que nos aconchegue mais de amor e nos dê de presente mais algum conhecimento deste maravilhoso mundo que nos aninha.
No escuro descansamos o nosso corpo com pequenos rituais que trazem o sono mais rápido até nós, e o nosso pensamento parece ganhar asas sozinho para voar na noite.
No pesadelo de um futuro de guerra, de um comando maqueavélico da humanidade por Rôbos, a minha imaginação faz nascer as guerreiras do amor… Mulheres armadilhadas de carinho que combatem sentimentos negativos. Assim guiadas pelo luar voam de mente em mente e disparam pólen prlim pimpim com as suas armas de flor.
TEC, TEC, TEC…
Tocando seus teclados no meio de uma nublina romântica entram nos nossos sonhos e contam como o futuro pode ser magicamente belo…

A minha nova colecção é invadida por estas fadas guerreiras que docemente me atacaram e transformaram a minha vida.
As guerreiras do amor misturam harmoniosamente a tecnologia com o romance, a força com a doçura.
Seus vestidos aquecem corações, como excesso de utilização de pêlos de diferentes texturas, ou manchados de tratamentos high-tec ou com pincelados de purpurina ouro mágica.

Há uma celebração às texturas e aos volumes que apelam aos sentidos do toque e da visão. Estas mulheres podem ser o nosso colo, mas também o nosso carro, o nosso computador… Alguns dos seus vestidos e camisolas envolvem-nos num ninho de fôfas texturas com veludos macios com pintas mágicas brilhantes, pêlos e malhas. Outros captam a nossa atenção pela tecnologia, com peças em denims mescla sarapintados de tons metálicos dourados com teclados inseridos em bolsos. Ou então aparecem com casacos futuristas reversíveis, com tecidos dupla face que brincam com sensações opostas de toques macios com toques mais tecnológicos.

Uma vez disseram-me que tinham aparecido com um disfarce meio mutante, com partes do corpo desfiguradas de volumes franzidos feitos por peles, com conjunção de zonas de destaque realçadas com galões de pérolas que pareciam vértebras deslocadas. O look era particularmente estranho, porque depois tudo isto se misturava com malhas românticas com mistura de fios metálicos…Une belle mutante!

Há um contraste de cortes mais argonómicos mais sensuais, mais futuristas com cortes mais românticos, mais esvuaçantes.
Blusas e vestidos de tule cor de pele com desenhos geométricos de purpurina são conjugados com blasers de materiais tec e gangas de cortes futuristas.
A reciclagem também não é esquecida por estas guerreiras da paz, com lãs tricotadas manualmente com fios mescla em tons de lilás e vermelho velho, em ligação com fitas de cassete antigas. Alguns casacos apresentam misturas de gangas de brilhos tecnológicos com gangas esfarrapadas. A ambiência de cor dá-nos looks de branco total e preto total; mixes de denims azuis com diferentes texturas que jogam com dourados; pretos, cinzentos, bordeaux e beringelas aparecem nos pêlos e alguns coordenados enchem-se de malhas mescla com lilazes e cinzentos, e vermelhos com castanhos. O preto impera com conjunção com beje ou como look total.
As cores são decerta forma apagadas com a força das texturas

Vamos desfrutar um futuro de sonho…

publicado por Equipa SAPO às 17:02
link do post | comentar | favorito
|
posts recentes

BUCHINHO COMEMORA 20 ANOS...

ANA SALAZAR QUESTIONA VAL...

REGRESSOS ACENTUAM MODA D...

MODA NACIONAL“RE-MIXED”

Chocolate Negro - OUTONO/...

Diogo Miranda - OUTONO/IN...

Dielmar - OUTONO/INVERNO ...

Concreto - OUTONO/INVERNO...

Hugo Veiga - Jovens Criad...

Goldmud - OUTONO/INVERNO ...

Fly London - OUTONO/INVER...

Fernando Lopes - Jovens C...

Felipe Oliveira Baptista ...

Fátima Lopes OUTONO/INVER...

Elisabeth Teixeira - OUT...

DKODE - OUTONO/INVERNO 20...

[António Cunha] Orfama - ...

Nobrand - OUTONO/INVERNO ...

Luís Onofre - OUTONO/INVE...

Luís Buchinho - OUTONO/IN...

Luciana Teixeira | Jovens...

Lion of Porches - OUTONO/...

Júlio Torcato - OUTONO/IN...

Stiletto - OUTONO/INVERNO...

iD VALUES - OUTONO/INVERN...

Red Oak - OUTONO/INVERNO ...

Y.E.S. - OUTONO/INVERNO 2...

Storytailors - OUTONO/INV...

Celtic Jeans - OUTONO/INV...

Carlos Gil - OUTONO/INVER...

arquivos

Março 2010

Outubro 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Março 2008

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Pub