tags

2010

acetato

aerosoles

alive

alves/gonçalves

ana salazar

anabela baldaque

andreia filipa oliveira

andreia lobato

armindo teixeira

atelier do sapato

bárbara silva

brand^up

ca joias

calendário de desfiles

carlos gil

casting

celsus

celtic jeans

chocolate negro

cohibas

colecções

colectivo calçado

colectivo indústria

colectivos

comunidade

concreto

coxx

coxx borba

cristina miguel

de gier

dielmar

diogo miranda

dkode

domingo

eject

eject shoes

elizabeth teixeira

eugenio campos

fashion week2

fátima lopes

fatima lopes

fátima lopes homem

felipe oliveira baptista

felmini

fernando lopes

figuras públicas

filipe trindade

fly london

gaia

goldmud

hermar

id values

jordann santos

josé reis design

jotex

jovens criadores

julio torcato

júlio torcato

katty xiomara

leuna

lion of porches

louis de gama

luís buchinho

luís onofre

luis onofre

marco mesquita

marco sousa santos

miguel vieira

nobrand

odete barreiro

orfama

orfama antónio cunha

orfama by antónio cunha

outono/inverno 2010/2011

passatempo

paula borges

paula borges by lúcia borges

pedro pinto

pedro waterland

portugal fashion

press release

programa

red oak

rita bonaparte

sábado

segunda-feira

sexta-feira

silvia rebatto

sofia de almeida

sonia pratas

stiletto

story tailors

storytailors

storytailors narkë

tany calapez

tenente jeans

verão 2008

x & y couture

yes

todas as tags

Quinta-feira, 19 de Março de 2009
SÓNIA PRATAS - Outono/Inverno 2009

Worker

 

O tema “Worker” é inspirado na Revolução Industrial do século XVIII/XIX e privilegia os aspectos sóbrios, rigorosos e minimalistas numa perspectiva retro. A colecção referencia duas abordagens distintas. Na primeira, recorre-se aos tons denim, castanhos e cinzas, numa procura física de fardamento técnico para oficina/indústria. A silhueta é funcional e confortável, salientando o aspecto resistente e prático das matérias-primas. Entre os materiais, evidenciam-se os algodões resistentes de fácil manuseamento, como os denims, as bombazinas, os jerseys, o oxford e as popelinas.

Destaca-se a relevância histórica da primeira fase, aquando do êxodo rural, que consubstanciava a procura de trabalho pela recompensa de um futuro promissor, longe da miséria e da fome que se faziam sentir fora das grandes urbes. Não são esquecidas, porém, as enormes vantagens sociais e económicas erguidas na altura e lapidadas até aos dias de hoje, pois falamos de uma Revolução bastante extensa e abrangente. Na segunda abordagem, privilegiam-se gamas de negros profundos, vinho, ameixa e branco. Look impecável.

Opta-se por uma silhueta longilínea, em que as peças são construídas com necessidade de modelar excessos, afirmando uma nova elegância que formaliza o vestuário quotidiano, propondo um casual de luxo. A boa qualidade dos materiais empregues é aliada às formas elegantes e austeras. Relevam-se as peles naturais ovinas e bovinas, os pelos sintéticos de aspecto natural, os veludos, os aspectos de seda e as lãs “mohair” e “lambswool”.

Nesta fase segunda fase, observa-se o sucesso da Revolução Industrial: a diminuição da carga horária laboral, os aumentos salariais, a regulamentação do trabalho feminino, o aumento da esperança média de vida, etc. A importância deste sucesso traduziu-se abruptamente na saúde, qualidade de vida e bem-estar económico das cidades mais industrializadas da altura, o que levou a um maior poder de compra da classe laboral, diminuindo o fosso económico das diferentes classes sociais e a novas burguesias e criando um novo estilo luxuoso de influência “Worker”.

 

CV

Sónia Pratas nasceu em Coimbra a 31 de Julho de 1980, mas foi na Escola de Moda do Porto que frequentou o curso de Design de Moda. Em 2004, participou no Programa Aliança e garantiu, a partir de então, o seu lugar nos desfiles colectivos de Jovens Criadores do Portugal Fashion. Depois de algumas colaborações com a indústria têxtil nacional, onde desenvolveu trabalhos para marcas lusas e estrangeiras, Sónia Pratas decidiu em 2007 dar um novo rumo à sua vida e partiu para Paris, em busca de novas oportunidades.

Na “cidade luz”, conseguiu colaborar com uma marca de vestuário, para a qual desenvolveu duas colecções. Uma experiência que despertou na jovem estilista o desejo de regressar a Portugal para apostar a sua própria marca. O passo em frente relançou Sónia Pratas no Portugal Fashion, agora fora do desfile colectivo dos Jovens Criadores. No início deste ano, Sónia Pratas abriu uma loja de marca própria no Porto.

 

Contactos

SÓNIA PRATAS

Av. Fernão de Magalhães

1126 4º Tz

4350 – 156 Porto

t. (+351) 225 106 820 tlm. 912 607 039

e. sonia_pratas@hotmail.com

 

Loja / Showroom / Atelier:

“ Sónia Pratas “

R. Formosa 89

4000 – 250 Porto

t. (+351) 225 106 820 tlm. (+351) 926 193 600

e. geral.sp@live.com.pt

 

Agradecimentos

Virago – Belrego; Albano Morgado, S.A.; Marçal; 6 Dias; Bofil; Jabtex.

publicado por Equipa SAPO às 16:01
link do post | comentar | favorito
|
posts recentes

BUCHINHO COMEMORA 20 ANOS...

ANA SALAZAR QUESTIONA VAL...

REGRESSOS ACENTUAM MODA D...

MODA NACIONAL“RE-MIXED”

Chocolate Negro - OUTONO/...

Diogo Miranda - OUTONO/IN...

Dielmar - OUTONO/INVERNO ...

Concreto - OUTONO/INVERNO...

Hugo Veiga - Jovens Criad...

Goldmud - OUTONO/INVERNO ...

Fly London - OUTONO/INVER...

Fernando Lopes - Jovens C...

Felipe Oliveira Baptista ...

Fátima Lopes OUTONO/INVER...

Elisabeth Teixeira - OUT...

DKODE - OUTONO/INVERNO 20...

[António Cunha] Orfama - ...

Nobrand - OUTONO/INVERNO ...

Luís Onofre - OUTONO/INVE...

Luís Buchinho - OUTONO/IN...

Luciana Teixeira | Jovens...

Lion of Porches - OUTONO/...

Júlio Torcato - OUTONO/IN...

Stiletto - OUTONO/INVERNO...

iD VALUES - OUTONO/INVERN...

Red Oak - OUTONO/INVERNO ...

Y.E.S. - OUTONO/INVERNO 2...

Storytailors - OUTONO/INV...

Celtic Jeans - OUTONO/INV...

Carlos Gil - OUTONO/INVER...

arquivos

Março 2010

Outubro 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Março 2008

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Pub