tags

2010

acetato

aerosoles

alive

alves/gonçalves

ana salazar

anabela baldaque

andreia filipa oliveira

andreia lobato

armindo teixeira

atelier do sapato

bárbara silva

brand^up

ca joias

calendário de desfiles

carlos gil

casting

celsus

celtic jeans

chocolate negro

cohibas

colecções

colectivo calçado

colectivo indústria

colectivos

comunidade

concreto

coxx

coxx borba

cristina miguel

de gier

dielmar

diogo miranda

dkode

domingo

eject

eject shoes

elizabeth teixeira

eugenio campos

fashion week2

fátima lopes

fatima lopes

fátima lopes homem

felipe oliveira baptista

felmini

fernando lopes

figuras públicas

filipe trindade

fly london

gaia

goldmud

hermar

id values

jordann santos

josé reis design

jotex

jovens criadores

julio torcato

júlio torcato

katty xiomara

leuna

lion of porches

louis de gama

luís buchinho

luís onofre

luis onofre

marco mesquita

marco sousa santos

miguel vieira

nobrand

odete barreiro

orfama

orfama antónio cunha

orfama by antónio cunha

outono/inverno 2010/2011

passatempo

paula borges

paula borges by lúcia borges

pedro pinto

pedro waterland

portugal fashion

press release

programa

red oak

rita bonaparte

sábado

segunda-feira

sexta-feira

silvia rebatto

sofia de almeida

sonia pratas

stiletto

story tailors

storytailors

storytailors narkë

tany calapez

tenente jeans

verão 2008

x & y couture

yes

todas as tags

Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008
ONZE DESFILES MOSTRAM VITALIDADE DA INDÚSTRIA DE VESTUÁRIO E RENOVAÇÃO GERACIONAL DA MODA PORTUGUESA

Primeiro fim-de-semana do 23.º Portugal Fashion

 

Programação para os dias 26 e 27 de Setembro, em Gaia, privilegia as colecções de marcas de vestuário e calçado, as linhas comerciais de criadores e as propostas de jovens designers

 

O 23.º Portugal Fashion (PF) arranca com dois dias de desfiles em Vila Nova de Gaia (26 e 27 de Outubro), onde são apresentadas as colecções Primavera/Verão 2009 de marcas de vestuário e calçado, as linhas comerciais nascidas de parcerias indústria/criadores e as propostas de jovens designers. Ao todo, estão previstos oito desfiles individuais e três colectivos.

 

Entre marcas e criadores, são 28 os protagonistas deste primeiro fim-de-semana da 23.ª edição do evento organizado pela ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal. A abertura do 23.º PF cabe ao designer de calçado José António Strena, que em desfile individual se estreia no evento.

 

“Ao consagrar pela primeira vez o seu desfile inaugural a uma colecção de calçado, o PF está a enfatizar a importância do sector para a Fileira Moda e a reforçar, deste modo, a ligação do evento ao mercado”, explica o presidente da ANJE, Armindo Monteiro.

 

De resto, o programa prossegue com o habitual desfile colectivo de marcas de vestuário, desta feita com as propostas da Celtic Jeans, Concreto, Hermar (by Sofia de Almeida), ID Values, Paula Borges (by Lúcia Borges) e Orfama (by Lúcia Vieira e António Cunha). A noite termina com a apresentação da mais recente linha de underwear feminino criada por Katty Xiomara.

 

No segundo dia de desfiles, a 27 de Setembro, o PF começa por cumprir a vertente laboratorial ou de incubação que tem permitido ao evento renovar o potencial humano da moda nacional. Assim, logo ao início da tarde, tem lugar o desfile colectivo Metro Jovens Criadores, no qual participam Andreia Lobato, Celsus, Leuna by Elisabeth Teixeira, Autopsy by Jordann Santos, Odete Barreiro, Pedro Pinto e Tany Calapez. Seguem-se os desfiles individuais de Sónia Pratas, Rita Bonaparte e Diogo Miranda.

 

“Ao abrir a passerelle a jovens designers, o PF espera deles as ousadias que amanhã serão paradigmas de qualidade”, salienta o presidente da ANJE. No final da tarde tem lugar o desfile colectivo de marcas de calçado (Aerosoles, Atelier do Sapato, Cohibas, Dkode, Fly London, Goldmud e Nobrand), no seguimento da parceria do PF com a APICCAPS – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e seus Sucedâneos.

 

Depois, três conhecidos criadores portugueses apresentam as suas linhas comerciais ou em parceria com a indústria. Neste último caso está Luís Buchinho, que volta mostrar os bons resultados criativos da cumplicidade com a marca Jotex. Por seu turno, Anabela Baldaque faz desfilar peças que desenhou para a sua etiqueta, Bela Balda, enquanto a dupla Storytailors apresenta a sua linha de Atelier.

 

Vertente criativa vs Vertente Comercial

 

Este primeiro fim-de-semana de PF “traduz a vertente mais comercial da moda portuguesa, vertente essa da qual depende, em boa medida, a competitividade da Indústria Têxtil, de Vestuário e de Calçado”, salienta Armindo Monteiro. Neste sentido, prossegue o mesmo responsável, os desfiles de Gaia “vão ao encontro do objectivo matricial do PF: conciliar a vertente criativa da moda com a vertente comercial”.

 

É legitimo afirmar que o PF ajudou a desmistificar o conceito de moda de autor e a democratizar o seu acesso. Graças ao evento, muitos criadores encontraram na ITV o parceiro ideal para fazer chegar as suas colecções ao mercado a preços competitivos e com qualidade de produção, capacidade de distribuição e boas estratégias de marketing. Da mesma forma, as marcas portuguesas apresentam, actualmente, um design moderno e mais consentâneo com as tendências da moda. Por isso, o sector têxtil encontra-se agora melhor apetrechado para competir no mercado internacional, o qual, como se sabe, está a ser alvo de um imparável processo de liberalização e consequente aumento da concorrência à escala do globo”, acrescenta Armindo Monteiro.

 

Neste sentido, “o PF está em sintonia com os objectivos do próximo lançamento do Pólo da Moda, desígnio, esse, dinamizado pelo Governo e pelas associações da fileira. Acreditamos no projecto e tudo faremos para que os sectores do têxtil, vestuário, calçado e ourivesaria encontrem, no âmbito deste cluster previsto para o Norte, uma estratégia colectiva que lhes permita reforçar a sua competitividade internacional. Pensamos, aliás, que o PF pode dar um contributo decisivo para a concretização deste empreendimento, dada a experiência que possui na afirmação interna de uma cultura de moda e na promoção além fronteiras da moda portuguesa”, enfatiza Armindo Monteiro.

 

Estreia em Lx

Concluído o primeiro fim-de-semana de desfiles, onde é privilegiada a ligação ao mercado, o 23.º PF prossegue em Lisboa, no dia 4 de Outubro, com uma programação dedicada à moda de autor. Como complemento dos desfiles de Gaia, Júlio Torcato, Anabela Baldaque, Felipe Oliveira Baptista, Storytailors e Fátima Lopes revelam as suas propostas de pronto-a-vestir e alta-costura para a próxima estação quente. A este grupo junta-se Luís Onofre, com a sua última colecção de calçado.

 

Todos estes criadores têm experiência internacional, indo por isso ao encontro de um dos grandes propósitos dos desfiles na capital: explorar o cosmopolitismo de Lisboa, tendo em vista uma mais eficaz promoção da moda portuguesa no estrangeiro. Isto mesmo faz Fátima Lopes, há dez anos, nos seus desfiles em Paris.

 

A estilista completa agora a 20.º participação na Semana da Moda parisiense, evento onde também Felipe Oliveira Baptista tem suscitado a atenção dos especialistas mundiais. O criador está, aliás, radicado em França, sendo hoje um nome respeitado da alta-costura internacional. Anabela Baldaque e os Storytailors continuam por cá, mas recentemente a estilista causou frisson na São Paulo Fashion Week e a dupla João Branco e Luís Sanchez já deu a conhecer as suas fantasias de alta-costura em Paris.

 

Júlio Torcato desenhou para a Lion of Porches a colecção apresentada, em 2006, na Istanbul Fashion Week e Luís Onofre possui agentes comerciais em vários pontos do globo, tendo inclusivamente calçado personalidades como a princesa espanhola Letizia Ortiz. Estamos, portanto, perante uma plêiade de criadores com vocação e dimensão internacionais.

 

Na capital portuguesa, o PF ganha escala e reforça a sua vocação internacional. Lisboa é uma plataforma onde se cruzam diferentes culturas e saberes, onde aportam muitos olhares interessados no nosso país e onde se geram dinâmicas criativas capazes de seduzir o mundo. Por tudo isto, pareceu-nos pertinente esta operação de charme a partir de Lisboa, convocando para tanto alguns dos mais cosmopolitas criadores portugueses”, afirma Armindo Monteiro.

 

O projecto Portugal Fashion é da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, com o apoio do QREN e da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

publicado por Equipa SAPO às 15:22
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Joana a 29 de Setembro de 2008 às 17:11
gostaria de saber se vao colocar fotos do passado dia 27 de setembro, com a rita pereira.

obrigada!

Comentar post

posts recentes

BUCHINHO COMEMORA 20 ANOS...

ANA SALAZAR QUESTIONA VAL...

REGRESSOS ACENTUAM MODA D...

MODA NACIONAL“RE-MIXED”

Chocolate Negro - OUTONO/...

Diogo Miranda - OUTONO/IN...

Dielmar - OUTONO/INVERNO ...

Concreto - OUTONO/INVERNO...

Hugo Veiga - Jovens Criad...

Goldmud - OUTONO/INVERNO ...

Fly London - OUTONO/INVER...

Fernando Lopes - Jovens C...

Felipe Oliveira Baptista ...

Fátima Lopes OUTONO/INVER...

Elisabeth Teixeira - OUT...

DKODE - OUTONO/INVERNO 20...

[António Cunha] Orfama - ...

Nobrand - OUTONO/INVERNO ...

Luís Onofre - OUTONO/INVE...

Luís Buchinho - OUTONO/IN...

Luciana Teixeira | Jovens...

Lion of Porches - OUTONO/...

Júlio Torcato - OUTONO/IN...

Stiletto - OUTONO/INVERNO...

iD VALUES - OUTONO/INVERN...

Red Oak - OUTONO/INVERNO ...

Y.E.S. - OUTONO/INVERNO 2...

Storytailors - OUTONO/INV...

Celtic Jeans - OUTONO/INV...

Carlos Gil - OUTONO/INVER...

arquivos

Março 2010

Outubro 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Março 2008

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Pub